sábado, 8 de outubro de 2011

INTERPRETANDO CHARGES.


ANÁLISE DE CHARGE SOBRE A REFORMA ORTOGRÁFICA

Reforma Ortográfica tem sido assunto recorrente em minhas aulas para o Ensino Médio. Considerando que é um tipo de texto usado muitas vezes nos vestibulares, considero importantes os exercícios de interpretação de charges. Não só pela proximidade da data limite em que todos os livros deverão estar adequados à nova ortografia, mas também pela quantidade de alunos que farão vestibular. Este é também o assunto da charge abaixo.
Charge
Nesta imagem temos, de forma simples, representados os dois lados mais interessados nasnovas mudanças na ortografia. De um lado, o aluno e sua linguagem característica. Do outro, a figura da professora é emblemática.
Os elementos constitutivos dessa charge nos chamam a atenção para coisas simples e que são objeto de estudo dos teóricos da língua. O jovem usa uma linguagem própria de sua idade. A fala coloquial cheia de gírias traz em si também palavras estrangeiras. Isso demonstraa influência dos outros idiomas no linguajar dos jovens.
Sobre este aspecto, o uso do negrito destaca, a meu ver, a permanência desse tipo de linguajar como predominante.
Já a figura da professora revela uma faceta interessante sobre alguns docentes. O ponto de interrogação sobre sua cabeça, mostra que ela não está entendendo nada do que o jovem diz. Isso mostra o despreparo dela para lidar com uma linguagem própria da idade de seus alunos o que acaba sendo uma barreira dentro das próprias aulas, pois o professor usa uma língua que o aluno não entende. O aluno usa uma língua que o professor não entende.
Aproximar esses dois mundos é tarefa do professor e disso depende o sucesso de seu trabalho.

Análise de Charge sobre a Vida Moderna

As mudanças pelas quais o mundo tem passado mudaram os costumes, mudaram as expectativas. Muitas delas acabaram sendo incorporadas de tal forma que é difícil desligar-se até quando dormimos. É sobre isso a Análise da Charge que coloco abaixo.


Não sei a procedência dessa tirinha a não ser pelo texto na imagem, mas ela resume bem o que é nossa vida, ou pelo menos, a vida da maioria das pessoas que certamente lerão este post de análise de charges.
Usamos o computador durante o trabalho, usamos em casa para fazer nossas atividades comopagar contas pela internet, ler as notícias em tempo real. Também usamos o computador quando queremos nos divertir. Seja lendo os melhores blogs de humor, seja vendo os vídeos mais vistos no Youtube ou até mesmo estudando para os concursos públicosque por aí virão. Usamos o computador pra praticamente tudo.
O problema é que um sábio da antiguidade já dizia que "dos muitos trabalhos vêm os sonhos". De tanto usá-lo, acabamos por sonhar com isso. Espero que não seja sua realidade e que você consiga livrar-se do estresse de sonhar, por exemplo, que não tem conexão. Digo isso porque eu já sonhei.
Como esta é uma charge sem muitos recursos não-verbais, não explorarei a análise desses elementos e sim

Charge sobre compra de material escolar

Começo de ano é sempre a mesma coisa. Pais correm às lojas para adquirir o material escolar pelo melhor preço. Pesquisam na internet, vâo às grandes lojas de departamentos, papelarias, mas o resumo é sempre o mesmo: filhos querendo materiais de marcaspais querendo descontos e tudo mais que, quem é pai, sabe bem. A charge abaixo retrata exatamente esta situação. Vamos à imagem:

A cena é típica: um pai vai às compras levando o filho. Criança pequena, dentro do carrinho em contato com o material escolar. O que me chama a atenção em primeiro lugar é, é claro, o lápis cravado nas costas do pai. Isso remete claramente à expressão popular "levar uma facada" que é usada quando ficamos com a impressão de que pagamos muito mais do que algo vale ou muito mais do que queríamos pagar.
A segunda impressão causada vem do carrinho transbordando material escolar. Isso faz referência ao exagero de algumas escolas ao montar a lista de materiais a serem comprados pelos pais. Pilhas de folhas, cadernos, canetas de todo tipo, latas de tinta e tudo mais.
Esta é a realidade e todos que temos filhos passaremos por isso, se é que não passamos já.

Exercício de interpretação com charges

http://www.analisedetextos.com.brÉ bastante difícil o trabalho com charges nas séries iniciais. Um dos problemas é a dificuldade de muitos alunos em identificar os sinais não verbais que ajudam em sua interpretação. Pensando nisso, sugiro abaixo dois exercícios com charges bastante simples para introduzir esse estudo. Use-os à vontade, pois, embora não sejam muito elaborados, é um norte para quem está um pouco perdido.

Exercícios de interpretação com charges

1) Veja a charge abaixo e diga o que você sabe sobre o assunto tratado na mesma. Para facilitar seu trabalho, escreva pequenos períodos (frases) respondendo as perguntas: Sobre o que ela fala? É um problema atual? Como ele afeta sua vida? Há solução para o problema?
clip_image002
2. Faça o mesmo agora com a charge abaixo. Após ver a imagem, responda em forma de texto as perguntas: Sobre o que ela fala? É um problema atual? Você lembra de algum exemplo relacionado ao assunto? Há solução para o problema?
clip_image004




http://www.analisedetextos.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário